ECONOMIA

Você pensa demais? Isso pode te ajudar

Você pensa demais? Isso pode te ajudar


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Quando você pensa demais, seu cérebro e seu corpo correm tentando encontrar soluções para problemas que podem não existir.

A vida poderia ser muito mais simples para todos nós se simplesmente nos permitíssemos experimentar a existência, sem ter que analisá-la.

Infelizmente, pensar demais se tornou uma epidemia em todo o mundo à medida que nossas vidas se tornaram cada vez mais complicadas. Um estudo da Universidade de Michigan descobriu que 73% dos adultos entre 25 e 35 anos e 52% daqueles entre 45 e 55 anos pensam demais.

Você poderia argumentar que, quando pensa demais, pode resolver mais problemas do que se permitisse que sua mente relaxasse, mas pesquisas refutam essa teoria. A ruminação geralmente causa mais problemas, porque quando sua mente corre em tantas direções diferentes, você não consegue pensar com clareza.

“Estamos morrendo de vontade de pensar muito. Aos poucos vamos nos matando pensando em tudo. Pense, pense, pense. Você nunca pode confiar na mente humana de qualquer maneira. É uma armadilha mortal. - Anthony Hopkins

A seguir, falaremos sobre o que acontece em um nível biológico quando você pensa demais e dicas sobre como acalmar sua mente.

A CIÊNCIA EXPLICA O QUE ACONTECE QUANDO VOCÊ PENSA MUITO:

1 - PODERIA ENTRETURAR SUA VIDA.

De acordo com um estudo da Universidade de Harvard, a hiperatividade neuronal pode reduzir sua expectativa de vida, enquanto pensar menos pode aumentá-la. Portanto, quando você pensa demais, pode estar tirando anos de sua vida devido ao estresse que isso cria em sua mente e corpo.

Os pesquisadores descobriram que a excitação neural, causada por um sistema nervoso hiperativo, atua na via de sinalização da insulina e do fator de crescimento semelhante à insulina (IGF) no cérebro.

Eles descobriram que uma proteína chamada REST, conhecida por regular os genes, é ativada no processo de pensamento e suprime a excitação neuronal. Em estudos com animais, o bloqueio do REST aumentou a atividade neuronal e levou a mortes prematuras, ao passo que o reforço fez o oposto.

Os cientistas descobriram que as pessoas que viveram até os 100 anos ou mais tinham muito mais REST em suas células cerebrais do que aquelas que morreram aos 70 ou 80 anos. Os pesquisadores descobriram que em muitos animais, como vermes e mamíferos, o REST suprime a expressão de genes que desempenham um papel na excitação dos neurônios, como canais iônicos, receptores de neurotransmissores e os componentes estruturais das sinapses.

A excitação mais baixa ativa uma família de proteínas conhecidas como fatores de transcrição forkhead (proteínas FOX) no cérebro. Essas proteínas aumentaram a longevidade por meio da sinalização de insulina / IGF em muitos animais. Essa via também é ativada pela restrição de calorias, de acordo com os pesquisadores.

As implicações desta pesquisa são enormes. Isso ocorre porque, ao direcionar essa proteína por meio de medicamentos ou exercícios de treinamento mental, como meditação, as pessoas podem desfrutar de uma vida mais longa.

2 - PODE CAUSAR INSÔNIA.

Todos nós já passamos por aquelas noites em que nos reviramos na cama, tentando desligar nossos cérebros e parar de pensar demais. No entanto, tentar não pensar muito costuma piorar as coisas e acordamos com irritabilidade e falta de sono.

Sem mencionar que a insônia cria um ciclo vicioso porque a falta de sono pode causar ansiedade e depressão aumentadas, o que pode levar a pensar mais demais. Para chegar à raiz do problema, devemos nos concentrar no hábito de ruminar.

3 - QUANDO VOCÊ PENSA MUITO, VOCÊ TEM MAIS DIFICULDADES PARA TOMAR DECISÕES

No cerne da reflexão excessiva está o desejo de controlar as situações e prever o que acontecerá. No entanto, nenhuma quantidade de pensamento levará à capacidade de saber como o futuro se desenrolará, então mais pensamento simplesmente causará mais ansiedade.

Muitas vezes criamos cenários em nossas cabeças que nunca acontecem em primeiro lugar. Os pensadores excessivos querem saber todos os aspectos de um plano e, quando não têm um, se sentem impotentes e fora de controle.

Quando você pensa demais, pode levar à paralisia da análise, porque você começa a se sentir preso pelo número esmagador de opções. Você prefere adiar a decisão para ter tempo de mitigar quaisquer problemas que possam surgir. No entanto, este estudo da Universidade da Califórnia em Santa Bárbara descobriu que quando você pensa demais, isso pode levar a uma piora na tomada de decisões e julgamentos.

Desistir do controle pode parecer difícil, mas lembre-se de que a ruminação diminui o seu poder. Você gasta tanta energia tentando evitar problemas que não tem mais nada para resolver quando eles surgem.

4 - PODE CAUSAR DORES DE CABEÇA

As dores de cabeça geralmente significam que somos deficientes em nutrientes ou que precisamos parar de pensar por um tempo. Muitas pessoas vivem muito tempo em suas cabeças e analisam cada situação até a morte, e essa hiperatividade pode levar à dor física.

Você deve prestar atenção aos seus pensamentos porque os pensamentos pacíficos e felizes não têm o mesmo efeito que os negativos e autodestrutivos. Os médicos dizem que, se você está sob muito estresse, pode ter dores de cabeça tensionais com frequência.

5 - PODE CAUSAR RIGIDEZ NAS ARTICULAÇÕES E MÚSCULOS

Os pensamentos criam nossa realidade, então a ruminação também pode causar sintomas físicos. A análise de situações cria estresse no corpo porque nossa mente pensa que temos um problema imediato que devemos resolver.

Lembre-se de que nossos cérebros ainda pensam que vivemos na selva, onde devemos responder rapidamente às ameaças em nossos ambientes. No entanto, em nosso mundo moderno, a maioria de nós não enfrenta situações de vida ou morte com muita frequência.

A ruminação leva a um aumento do cortisol, o que nos ajuda a nos preparar para responder a uma ameaça. Infelizmente, em nosso mundo moderno, nossos cérebros ficaram confusos porque, embora as responsabilidades possam causar estresse, elas não representam uma ameaça imediata ao nosso bem-estar na maioria das vezes.

Quando você pensa demais, tente ver a situação de uma perspectiva diferente. Há algo errado ou sua mente está apenas criando problemas?

AQUI É EXPLICADO COMO PARAR O HÁBITO DE RUMIA:

Agora que já falamos sobre os perigos que você enfrenta quando pensa demais, vamos falar sobre quebrar esse hábito desagradável. Você descobrirá que se sente muito mais enérgico e capaz de pensar com clareza quando ganha o controle do cérebro e não permite que ele o controle.

- SUBSTITUA OS PENSAMENTOS NEGATIVOS POR PENSAMENTOS POSITIVOS.

Você realmente quer apenas pensar menos, mas ajuda pelo menos começar tornando seus pensamentos mais construtivos. Se você puder virar o interruptor e simplesmente reestruturar seus pensamentos, notará que o pensamento repetitivo diminui. Tudo começa com consciência. Depois de notar os pensamentos negativos, tente reformulá-los em algo melhor. Vai demorar um pouco de prática, mas depois de fazer isso por um tempo, se tornará um hábito.

-MUDE SUA ROTINA.

Talvez sua programação diária cause estresse desnecessário, e você simplesmente não percebe isso. Observe os horários do dia em que você se sente mais tenso. Veja se você pode mudar sua rotina para ajudar a mitigar o estresse.

Por exemplo, de manhã, você acorda e olha imediatamente para o seu telefone? Nesse caso, evite destrancá-lo até que você tenha tomado banho, meditado e tenha tempo para relaxar durante o dia. Além disso, não ligue o noticiário pela manhã, pois isso criará tensão a partir do momento em que você acordar. Lembre-se de fazer uma tarefa por vez também, porque multitarefa só criará mais caos em sua mente.

-DERE-SE UM PRAZO PARA TOMAR DECISÕES.

Muito do nosso pensamento vem do adiamento de decisões. No início de cada dia, descubra quais coisas você deve cuidar, em ordem de importância. Se você precisa tomar uma grande decisão, defina um ponto de corte para não gastar nenhuma energia extra meditando sobre suas opções.

PENSAMENTOS FINAIS SOBRE O QUE ACONTECE COM SEU CORPO QUANDO VOCÊ PENSA MUITO

Quando pensamos muito, isso só torna a vida mais complicada e nos afasta do momento presente. Embora precisemos usar nossos cérebros para tomar decisões, não devemos abusar deles. Na sociedade de hoje, temos um problema crônico de pensar demais e isso está devastando nossa saúde.

Nossos cérebros podem servir como ferramentas poderosas, mas apenas quando os tornamos nossos professores. Se tiverem uma chance, eles ficarão malucos e causarão problemas que nem mesmo existem de fato.

Pensar demais pode levar à insônia, redução da expectativa de vida, ansiedade e depressão, dores de cabeça, rigidez nas articulações e dificuldade para tomar decisões.

No entanto, uma mente clara nos fornece o oposto: sono de qualidade, uma vida mais longa (potencialmente), melhor saúde mental, um corpo relaxado e facilidade para tomar decisões. Em outras palavras, podemos aproveitar o fluxo da vida quando nos permitimos relaxar e não pensar demais.

Tente fazer isso por apenas uma semana e veja que tipo de resultados você obtém. Relaxar! Use seu cérebro quando precisar e, no resto do tempo, apenas aproveite a arte de ser. Torne-se o mestre de seus pensamentos e verá a beleza da vida se desdobrar diante de você.


Vídeo: O PAPEL DA FAMÍLIA NO TRATAMENTO DA DEPRESSÃO (Pode 2022).